27 fevereiro, 2021
HR Bahia
  • Home
  • Guanambi
  • Prefeitura de Guanambi planeja dois leilões públicos com mais de 400 veículos
Guanambi HR BA HR BAHIA Notícias

Prefeitura de Guanambi planeja dois leilões públicos com mais de 400 veículos

A Prefeitura de Guanambi planeja a realização de dois leilões públicos de veículos para o próximo mês. O primeiro leilão, contará com aproximadamente 33 veículos, entre os quais: 9 ambulâncias, 4 ônibus, 6 automóveis de passeio, 1 caminhonete, 6 motocicletas, 1 trator, 1 motoniveladora, entre outros. O trabalho está sendo coordenado pelas Secretarias de Planejamento e de Administração.

A intenção do prefeito Nilo Coelho é utilizar todo o recurso arrecadado para a renovação da frota, para atender as necessidades das pastas. Neste primeiro leilão estarão disponíveis veículos de diversas secretarias municipais, como de Infraestrutura, Educação, Saúde, Agricultura e Meio Ambiente, Administração e Governo. A previsão é que este primeiro leilão seja realizado na primeira quinzena do mês de março.

Segundo Leilão

Um segundo leilão também está previsto para ser realizado, desta vez, serão também 33 carros diversos e 350 motocicletas de várias marcas e cilindradas. Os veículos foram direcionados para o pátio da Superintendência Municipal de Trânsito em variadas situações pela PM, como débitos de toda ordem, como a falta de pagamento de impostos obrigatórios, multas e outras taxas. O levantamento, avaliação e finalização dos trâmites burocráticos e publicação de edital estão sendo preparados e o leilão deverá ocorrer logo após a efetivação do primeiro.

Sucateamento da Frota

Em nota publicada em seu portal oficial no dia 12 de janeiro, a gestão reclamou e expôs o sucateamento da frota municipal. Segundo a publicação, um dos principais desafios do prefeito Nilo Coelho (DEM) será recuperar o conjunto de veículos e máquinas pertencentes à prefeitura de Guanambi.

A nota descreveu a situação da frota das principais secretarias que compõem a administração municipal e considerou indispensável a recuperação para o funcionamento dos serviços públicos prestados pela prefeitura.

Na Secretaria Municipal de Infraestrutura, 70% do maquinário está sem condição de funcionamento, impossibilitando a execução de ações importantes e urgentes como recuperação de vias públicas e obras estruturantes no município. De acordo com a pasta, diversas máquinas pesadas também encontram-se sem condições de uso. Foi informado ainda que não existia uma gestão da frota da Infraestrutura, ou um simples controle de troca de óleo ou revisões dos veículos adquiridos. Esta situação teria levado à perda de garantia de dois veículos novos, avaliados em mais de R$ 700 mil reais.

Na Secretaria de Saúde a situação também é complicada segundo a publicação, que também descreve a falta de gestão de frota, e que a maioria dos veículos encontra-se inutilizada. A falta de realização das revisões também levou à perda da garantia do ônibus usado para Tratamento Fora de Domicílio (TFD). O veículo foi adquirido no fim de 2018 por R$ 569 mil, pagos com recursos próprios do município. Desde então, ele realiza três viagens semanais, mais não foi submetido às revisões obrigatórias. A pasta informou ainda que o veículo do gabinete está sendo utilizado para transporte de pacientes, devido ao sucateamento das ambulâncias.

A situação também é complicada na Secretaria Municipal de Educação, de acordo com o comunicado, que diz que apenas um dos ônibus do programa Caminho da Escola está em condições de uso e os demais apresentam problema elétricos e mecânicos ou estão com pneus gastos e estofados danificados.

A nota ressalta que o município pagava mensalmente uma alta quantia de aluguel de uma série de veículos, muitos deles, velhos e usados, a preços muito acima do valor de mercado, mas que não cuidava da própria frota.

Conforme noticiado pela Agência Sertão em maio de 2020, à época, a prefeitura possuía cerca de 40 veículos locados, incluindo caminhões pipa, utilitários e veículos de passeio. O valor gasto por mês chegava a R$ 155.500,00. Ainda em 2020, a Prefeitura de Guanambi colocou em leilão dezessete veículos considerados inservíveis para a administração.

Segundo o secretário de Planejamento, Inácio Paz Lira Júnior, o município irá implantar um sistema de gestão de frota, com um profissional experiente que saiba orientar, treinar a equipe e ainda oferecer a manutenção necessária da frota municipal e acompanhar demandas corriqueiras, como troca de óleo, revisões obrigatórias, entre outros.

A prefeitura não informou o quantitativo de veículos em condições de circulação, nem quantos precisam de manutenção ou que não apresentam mais viabilidade para voltar a rodar. Também não foi informado se a prefeitura pretende adquirir novos veículos a curto prazo.

Com informações da Ascom da Prefeitura de Guanambi / Foto: Divulgação | Ascom-PMG

Comente

comentários

Publicações Relacionadas

UTIs entram em colapso na região e aeroporto de Guanambi tem movimento intenso de pacientes para serem transferidos

hrbahia

Idosa de 83 anos é atropelada por motocicleta em Guanambi

hrbahia

COMUNICADO: Posse de prefeito, vice e vereadores eleitos será dia 1º de janeiro na Câmara Municipal de Caetité.

hrbahia
Carregando....