25 janeiro, 2020
HR Bahia
  • Home
  • Bahia
  • ‘Obrigava a tirar roupa para espancar’, diz vizinha de mulher morta pelo marido
Bahia HR BAHIA Notícias

‘Obrigava a tirar roupa para espancar’, diz vizinha de mulher morta pelo marido

 

Feminicídio ocorreu na Rua Romualdo de Brito, no centro de Lauro de Freitas

Um relacionamento conturbado, repleto de briga e ameças. Foi como descreveu uma vizinha, que preferiu não se identificar, referindo-se ao casamento entre a dona de casa Joanice de Almeida, 38 anos, morta dentro da própria casa, e o guardador de carros Cláudio Bispo Araújo, 40, suspeito do crime e preso em flagrante.

O crime aconteceu na noite de quarta-feira (15), na Rua Romualdo de Brito, no Centro de Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador. Joanice foi encontrada deitada na própria cama, sem roupas e com sinais de espancamento. Após cometer o crime, Cláudio tentou fugir do local, mas vizinhos o seguraram e chamaram a polícia.

“Ele batia muito nela. Espancava ela sempre com uma barra de ferro. Eles viviam bebendo juntos, mas depois ele aproveitava a situação e batia nela. Ela era uma pessoa muito maltratada. Nós vizinhos tentávamos ajudá-la, oferecendo uma passagem para que ela fosse embora e morar com a família dela no interior, mas ela não aceitava por medo dele fazer algo pior. Ela tinha muito medo dele. Quando ele percebeu que ela havia morrido, tentou fugir e não deixamos”, contou a vizinha.

Na manhã desta quinta-feira (16), André Luiz Almeida, irmão materno de Joanice, teve de ir a um lugar onde jamais imaginaria reencontrar a irmã: no setor de liberação de corpos do Instituto Médico Legal Nina Rodrigues (IMLRN).

Ele contou ao CORREIO que a irmã mantinha um relacionamento com Cláudio havia apenas dois meses e que não o conhecia pessoalmente, apenas por foto. Segundo ele contou, por telefone, vizinhos dela relataram que o casal vivia um relacionamento com muitas brigas, mas não imaginava que o cunhado fosse capaz de algo tão brutal.

“Eu não via a minha irmã há algum tempo. Eu moro e trabalho no interior, ficava difícil vir aqui. É difícil revê-la dessa forma. Fiz questão de vir porque sou o irmão mais velho e meu outro irmão não podia vir, estava viajando. Sei muito pouco do histórico deles dois, só sinto muito por tudo que aconteceu. Agora, é pedir à Justiça que ele fique preso por muito tempo. Minha irmã deixa quatro filhos, que moram com a minha mãe no interior”, disse o irmão da vítima, segurando a foto da irmã no celular.

Ainda de acordo com vizinhos, Cláudio mantinha Joanice presa dentro de casa e a obrigava a tirar a roupa para que ele a espancasse, além de mandar ela justificar que havia caído da cama quando perguntassem sobre as marcas das agressões.

“Ele começou a bater nela cedo, dava para ouvir os gritos dela de dentro da nossa casa. Ele chegou a trancar ela em casa, sair e voltar um tempo depois para continuar batendo. Ele ameaçava ela e quem dissesse que ele estava errado. Demos muitos conselhos para que ele parasse com isso e para que ela fosse embora, infelizmente nenhum dos dois ouviu”, afirmou a vizinha, que revelou também que tinha medo de Cláudio, que andava armado com facas e barras de ferro a todo instante.

Em nota, a Polícia Militar informou que equipes da 52ª Companhia Independente de Policiamento Militar (CIPM/Lauro de Freitas) foram acionados após informações de uma briga de casal, por volta das 14h de quarta-feira (15), na Rua Romualdo de Brito, ao lado do restaurante Flor de Oxum, no município de Lauro de Freitas.

A mulher, que foi agredida pelo companheiro, chegou a receber os primeiros socorros de uma equipe do Sistema de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas terminou não resistiu aos ferimentos. O suspeito foi detido pela guarnição e apresentado à 23ª delegacia (Lauro de Freitas).

*Com supervisão do chefe de reportagem Jorge Gauthier 
Fonte: correio24horas / (Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal)

Comente

comentários

Publicações Relacionadas

Concurso da prefeitura de Itapitanga oferece 235 vagas; salários chegam a R$ 6 mil

hrbahia

MPF recorre ao TRF2 e solicita recondução de Temer e Moreira à prisão

hrbahia

Suspeitos de roubo na região de Caculé são presos nos distritos de Tauape e Paiol

hrbahia
Carregando....