14 outubro, 2019
HR Bahia
  • Home
  • Bahia
  • Jovem tem pênis reconstruído 18 anos após órgão ser arrancado por cachorro na Bahia
Bahia HR BAHIA Notícias

Jovem tem pênis reconstruído 18 anos após órgão ser arrancado por cachorro na Bahia

Incidente ocorreu quando rapaz era um bebê de 8 meses. Após cirurgia, realizada no Hospital das Clínicas, em Salvador, jovem recuperou todas as funções do órgão, incluindo capacidade sexual.

Um jovem teve o pênis reconstruído, em Salvador, cerca de 18 anos após o órgão ser arrancado por um cachorro durante um ataque.

A cirurgia foi realizada hpa cerca de três semanas, no Hospital Universitário Professor Edgard Santos (Hupes), da Universidade Federal da Bahia (UFBA), mais conhecido como Hospital das Clínicas. A unidade de saúde não detalhou quando o procedimento foi feito, mas informou que o paciente já teve alta médica e segue uma rotina normal.

De acordo com a assessoria do hospital, a cirurgia é inédita e recuperou todas as funções do órgão no jovem, incluindo a capacidade sexual. O jovem ficou dois dias internado para a realização do procedimento.

O paciente, que não teve o nome divulgado, tem 18 anos. Segundo o hospital, o rapaz teve o pênis arrancado pela mordida de um cachorro quando ainda era um bebê de 8 meses.

O jovem mora em Itapicuru, a cerca de 215 quilômetros de Salvador, e faz acompanhamento médico na capital desde a infância, segundo explica o chefe do setor de urologia do hospital, Ubirajara Barroso, que comandou a equipe na cirurgia.

O urologista contou que a cirurgia é complexa e deu sequência a um procedimento realizado no paciente quando ele estava entrando na adolescência.

“Quando o paciente tinha 11 anos, nós realizamos uma reconstrução, mas apenas com retalhos de pele, somente por razões estéticas e psicológicas. Na ocasião, foi o sexto o caso no mundo. Agora, sete anos depois, fizemos este procedimento inédito, que é a reconstrução do pênis com o tecido erétil que estava embutido na região perineal. Como resultado, o paciente tem um novo pênis capaz de realizar penetração”, disse Ubirajara Barroso.

O urologista ressalta ainda a importância da cirurgia para a área. Segundo ele, apesar de a cirurgia de reconstrução de pênis ter se desenvolvido nas últimas décadas, a reconstrução continua sendo um grande desafio do ponto de vista anatômico, funcional e estético.

“Esse procedimento abre espaço para que pacientes com tumores, amputações e problemas congênitos consigam passar pela reconstrução peniana e não só de forma estética mas devolvendo todas as funções do órgão”, descreveu Ubirajara Barroso.

Por G1 BA / Foto: Alan Oliveira/ G1

Comente

comentários

Publicações Relacionadas

Corpo de mulher desaparecida há dias é encontrado dentro de uma lagoa às margens da BR-030, no distrito de Ibitira em Rio do Antônio

hrbahia

Concurso IBGE 2019 tem mais um edital autorizado com 400 vagas

hrbahia

Caetité: Moradores reclamam de esgoto a céu aberto e mau cheiro na Av. Otacília Batista de Souza / Bairro Alto Buenos Aires

hrbahia
Carregando....