7 agosto, 2020
HR Bahia
  • Home
  • Caetité
  • Iniciativas no enfrentamento ao Coronavírus são prioridades para a BAMIN
Caetité COVID-19 HR BA HR BAHIA Notícias

Iniciativas no enfrentamento ao Coronavírus são prioridades para a BAMIN

 

As iniciativas da empresa contribuem para o fortalecimento da saúde pública e economia local, sempre priorizando a qualidade de vida da população e de seus colaboradores

A BAMIN sempre trabalhou em sintonia com as comunidades em sua área de atuação. E no momento em que o mundo enfrenta seu maior desafio sanitário dos últimos 100 anos, não poderia deixar de estar ao lado de seus colaboradores e das comunidades das regiões em que atua, consolidando cada vez mais seu papel social. Para isto desenvolve uma série de ações como a doação de itens de segurança e proteção para unidades de saúde dos municípios, e máscaras de tecido e cestas básicas para a população. Ainda como estratégia de fortalecimento da economia local, a empresa prioriza a compra e produção de todas os itens de doação por meio de fornecedores locais.

Para fortalecer o serviço público de saúde, a BAMIN doou insumos importantes como álcool em gel e EPIs para os profissionais que estão na linha de frente do atendimento a pacientes com Covid-19. No total, a empresa entregou 1.190 litros de álcool em gel e 315.200 luvas para as prefeituras de Caetité, Pindaí, Guanambi, Licínio de Almeida e Ilhéus. Buscando contribuir para a melhoria da qualidade de vida das populações, a empresa entregou ainda aos municípios 1.682 cestas básicas para serem distribuídas para famílias em situação de vulnerabilidade.

Unindo ação sustentável e geração de renda, a BAMIN doou seus mais de 300 uniformes antigos e não utilizados, devidamente higienizados, para a confecção de máscaras caseira para proteção da população. Com o material, a associação de costureiras Mãos Que Bordam, de Pindaí, produziu mais de 1.300 máscaras que foram adquiridas pela empresa para a distribuição para as comunidades, gerando trabalho e renda para as associadas. Somadas às outras compradas de costureiras locais, a empresa doou mais de 20 mil máscaras para as comunidades. Ainda para fortalecer a economia, todas as cestas básicas foram adquiridas no comércio local.

Cuidados internos

Desde o início da pandemia, o setor de mineração foi um dos considerados serviços essenciais por produzir insumos que são a base de uma série de itens fundamentais, inclusive na área da saúde. Por esse motivo a BAMIN e outras mineradoras puderam manter suas atividades, seguindo todos os protocolos de saúde vigentes. Para garantir a segurança de seus colaboradores e terceirizados, e seguindo as normas das autoridades brasileiras e recomendações de organismos internacionais de saúde, a BAMIN tomou uma série de medidas como a restrição de viagens dos colaboradores a trabalho, a adoção do trabalho em home office para todos os colaboradores do grupo cuja atividade podia ser realizada de casa.

Os colaboradores em atividade presencial seguem todos os protocolos como o distanciamento seguro e têm sempre disponíveis materiais de higienização e proteção pessoal. A BAMIN também tem realizado testagens do Covid para colaboradores e por obrigação contratual também exige essa ação das empresas terceirizadas. Todas as medidas de segurança são reforçadas com campanhas permanentes de orientação e conscientização. A BAMIN se prepara para ampliar as atividades, aguardando para isto todas as normatizações das autoridades estaduais e municipais e continuará sempre ao lado das comunidades para contribuir em todas as frentes no enfrentamento à pandemia, trabalhando e produzindo de acordo com as normas de saúde e segurança.

Por Aloísio Pontes / Foto: Divulgação / HR Bahia

Comente

comentários

Publicações Relacionadas

Estudantes da zona rural de Caetité ressaltam valor da empatia por meio de atividades on-line

hrbahia

Condeúba: Pessoas dormem em fila de lotérica para sacar benefício social do governo

hrbahia

Bombeiros localizam corpo de jovem que morreu afogado em Ibiassucê

hrbahia
Carregando....