6 maio, 2021
HR Bahia
  • Home
  • Bahia
  • Câmara aprova projeto que abre caminho para privatização dos Correios
Bahia Brasil HR BA HR BAHIA Notícias

Câmara aprova projeto que abre caminho para privatização dos Correios

Por 280 votos favoráveis e 165 contrários, deputados chancelam proposta que autoriza a participação da iniciativa privada na prestação de serviços postais. Governo e oposição divergem, no entanto, sobre a privatização da estatal

Nessa terça-feira (20/4), a Câmara dos Deputados votou em caráter de urgência o projeto que facilita a privatização dos Correios. Foram 280 votos favoráveis, 165 contrários e 1 abstenção. Embora não trate explicitamente da venda da estatal, a proposta foi alvo de discordância entre parlamentares.

Assunto do Projeto de Lei (PL) 591/21, a discussão foi colocada na pauta de hoje pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). O texto do PL autoriza que serviços postais sejam explorados pela iniciativa privada, como são prestados pelos Correios atualmente — empresa 100% pública.

O texto determina, ainda, que a União mantenha para si uma parte dos serviços, chamada na proposta de “serviço postal universal”. Isso inclui encomendas simples, cartas e telegramas.

Embora não trate expressamente sobre a venda da estatal, o PL é considerado sinal verde para a quebra do controle do estado sobre os serviços postais sob domínio dos Correios.

Debate
O projeto é alvo de discordância na Câmara. O governo alega que os Correios não têm condições financeiras de melhorar os serviços voltados à população. E por isso defende mudança no marco legal dos serviços postais. O deputado Capitão Alberto Neto (Republicanos-AM) alega que “o governo tem uma pauta liberal, e os setores têm de ser privatizados e regulados pelo governo”.

Já Henrique Fontana (PT-RS) menciona o lucro bilionário dos Correios em 2020 para argumentar contra a privatização da estatal. “Em vez de o país ganhar dinheiro, modernizar as atividades dos Correios, em vez de nos espelharmos em mais de 80% dos países com serviços nacionais de correio, aqui a prioridade é vender o patrimônio público na bacia das almas”, criticou.

O deputado Gil Cutrim (Republicanos-MA), escolhido para ser o relator da proposta, afirmou que vai expandir o diálogo com os todos os parlamentares envolvidos, de modo a construir um novo texto.

Fonte: Correio Braziliense / Foto: Breno Fortes/CB/D.A Press

Comente

comentários

Publicações Relacionadas

Confira o boletim da covid-19 desta quinta-feira (08) de abril em Caetité

hrbahia

Prefeito se reúne com governador para debater medidas de enfrentamento à covid em Caetité

hrbahia

CCJ aprova projeto de Ivana Bastos que prorroga licença maternidade no caso de bebê prematuro

hrbahia
Carregando....