29 maio, 2020
HR Bahia
  • Home
  • Brasil
  • Caetiteense ganha espaço em matéria ao Folha de São Paulo
Brasil Caetité HR BA HR BAHIA Notícias

Caetiteense ganha espaço em matéria ao Folha de São Paulo

As máscaras já eram bastante utilizadas no oriente, principalmente nos países asiáticos, por pessoas que se sentiam tímidas, para esconder um pouco a aparência e também quando estão doentes (há também os que usam para se prevenirem de doenças).
Em tempos de pandemia, as máscaras se tornaram essenciais no dia a dia, com a finalidade de reduzir a transmissão do COVID-19, elas até ficaram mais estilosas, com estampas variadas e formas diferenciadas.
A caetiteense Aline Rodrigues (30), que reside atualmente em Belo Horizonte, formada em Moda pela Universidade de Minas Gerais (UFMG) “galgou seu espaço criando máscaras com tecidos de origem africana”, destaca a matéria. Um tem origem angolana -a samakaka- e a outra possui origem moçambicana – a capulana. As estampas da samakaka “exibem formas geométricas nas cores da bandeira angolana (vermelho, preto e amarelo ou em preto, branco, bege e marrom)”, completa. E ainda de acordo com a matéria, a capulana possui maior diversidade quanto a cores e estampas. Cada peça custa R$12 e pode vir acompanhada de acessórios.

Por Léia Andrade / HR Bahia / Foto: Reprodução

Comente

comentários

Publicações Relacionadas

Guanambi: Jovem de 16 anos vem a óbito com suspeita de covid-19 no residencial Massaranduba

hrbahia

Prefeitura de Caetité promove o resgate e cuidado de equinos abandonados

hrbahia

Livramento: Primeiro caso suspeito do coronavírus chega no município

hrbahia
Carregando....