4 agosto, 2020
HR Bahia
  • Home
  • Brasil
  • Cadastramento para receber duas parcelas do coronavoucher segue até esta quinta-feira
Brasil COVID-19 HR BA HR BAHIA Notícias

Cadastramento para receber duas parcelas do coronavoucher segue até esta quinta-feira

Novos interessados em receber o auxílio emergencial (coronavoucher), destinado a trabalhadores informais e beneficiários do Bolsa Família, tem até esta quinta-feira (2) para efetuar o cadastramento.

O benefício foi prorrogado em mais dois meses por meio do decreto 10.412, publicado na edição desta quarta-feira (1º) do Diário Oficial da União (DOU). As solicitações podem ser feitos pelo site auxilio.caixa.gov.br.

Conforme a determinação, os dados dos beneficiários que já estão cadastrados, serão submetidos a cruzamentos com as bases de dados do Governo federal, incluídas as bases de dados referentes à renda auferida pelos integrantes do grupo familiar, e, após a verificação do cumprimento dos critérios estabelecidos na Lei nº 13.982, de 2020, os beneficiários serão incluídos na folha de pagamento do auxílio emergencial.

O decreto que estabelece mais R$ 600 por mês durante dois meses, foi assinado nesta terça-feira (30) pelo presidente Jair Bolsonaro. De acordo com o presidente, a expectativa do governo é que, ao fim desse período, pelo menos parte dos beneficiados já tenha conseguido se recolocar no mercado de trabalho.

Segundo o G1, o ministro da Economia, Paulo Guedes, antecipou que a proposta será paga em quatro parcelas no período de dois meses, totalizando R$ 1,2 mil por beneficiário.

O pagamento deverá ser feito da seguinte forma, segundo o ministro:

R$ 500 no início do mês;
R$ 100 no fim do mês;
R$ 300 no início do mês;
R$ 300 no fim do mês.

O decreto 10.412, no entanto, não especifica se será essa a fórmula antecipada pelo ministro ou simplesmente se o governo irá pagar duas parcelas de R$ 600. De acordo com o Ministério da Cidadania, o decreto estabelece que serão pagos R$ 600 no mês de julho e R$ 600 em agosto.

A lei que instituiu o auxílio emergencial previa o pagamento no valor de R$ 600 por mês, durante três meses. O governo ainda não anunciou como será o cronograma de pagamentos dessas novas parcelas. O decreto presidencial determina R$ 600 por mês, mas não obriga que seja em parcela única.

Auxílio Emergencial em Guanambi
Mais de R$ 21 milhões foram aplicado na economia de Guanambi por meio do Auxílio Emergencial. Ao todo, 31.249 pessoas residentes no município foram beneficiadas. De acordo com dados do Portal da Transparência, a quantidade é o triplo de beneficiados do Bolsa Família, que são de 10.438 pessoas, com repassa mensal de R$ 7,8 milhões.

Feito pelo G1 / agenciasertao / Foto: Reprodução G1

Comente

comentários

Publicações Relacionadas

Homem fica ferido após cair com veículo em Canal da Feira de Guanambi

hrbahia

Jovem de Carinhanha é preso com 10kg de maconha no estado do MS; homem disse à polícia que fumaria tudo

hrbahia

Paciente que testou positivo para coronavírus em Bom Jesus da Lapa havia fugido de isolamento em Barreiras

hrbahia
Carregando....