16 setembro, 2019
HR Bahia
  • Home
  • Bahia
  • Representação contra a Viação Novo Horizonte é protocolada no Ministério Público Federal por Kleyton Avelar e Afonso Almeida
Bahia Denúncia Guanambi HR BAHIA Notícias

Representação contra a Viação Novo Horizonte é protocolada no Ministério Público Federal por Kleyton Avelar e Afonso Almeida

Na última sexta-feira,16 de agosto 2019, levaram ao conhecimento do Ministério Público Federal, contra os péssimos serviços prestados por essa viação, na qual Protocolaram uma representação, embasado no Código de Defesa do Consumidor — Lei 8078/90, na qual a empresa desrespeita o CDC.

A empresa, vem por longos anos disponibilizando aos usuários ônibus em condições precárias de higiene e segurança, e veículos que já causam acidentes graves, apresentando também recorrentes problemas mecânicos, não cumprem os itinerários, possuem horários imprevisíveis de saída e chegada e que frequentemente atrasam. Essa representação tem a finalidade de que o Ministério Público Federal as investigue as irregularidades recorrentes relatadas pelos passageiros. Visando assim que os cidadãos de Guanambi, Caetité e demais cidades circunvizinhas tenham seus direitos garantidos.
Afonso diz que precisa abrir concessão para outras empresas, para fazer a livre concorrência e que o monopólio da empresa Viação Novo Horizonte prejudica.

Kleyton afirma que a fiscalização da AGERBA Bahia e ANTT Bahia não fiscalizam e trata com descaso a reclamação de quem usa o transporte.
Kleyton também deixa claro que a irregularidade é gravíssima e a Polícia Rodoviária Estadual e Federal não fiscalizam os veículos em blitz e nos postos de fiscalização, a fiscalização de veículos como; carretas, utilitários e médio porte, são fiscalizado e na realidade precisa ser feita para todos. Multar, fiscalizar e reter o veículos dessas empresas assim como fazem com os outros veículos. Ninguém está acima da lei, é a lei de trânsito e para todos.

Afonso afirma, que existe a falta de higiene em muitas rodoviárias, isso é um descaso e falta de fiscalização das Prefeituras.
Kleyton Avelar e Afonso Almeida afirmam, esperamos que soluções em tempo hábil sejam tomadas para aliviar a angústia da população que depende diariamente desse serviço.

Por Kleyton Avelar / HR Bahia / Foto: HR Bahia

Comente

comentários

Publicações Relacionadas

Feira Cidadã oferta de mais sete mil atendimentos em Livramento de Nossa Senhora

hrbahia

Bom Jesus da Lapa: Romaria da Soledade reuniu cerca de 400 mil pessoas

hrbahia

Policiais Militares da 94ª CIPM recuperam mais um veículo roubado na cidade de Ibiassucê

hrbahia
Carregando....