Nota de esclarecimento sobre “boatos” de gasto exagerado com adubo orgânico

junho 06 17:54 2017 Imprimir esse Artigo

A Prefeitura Municipal de Caetité (Governo Participativo) vem a público informar e prestar esclarecimentos acerca das informações levianas e distorcidas que vêm sendo veiculadas nas redes sociais, rádios e sites locais sobre os gastos da administração municipal com adubo orgânico.

Entendendo a importância da transparência, e em respeito ao acesso de todo cidadão às informações públicas, sentimo-nos no dever de apresentar os fatos reais quanto a tais despesas. Vejamos:

1 – A licitação que está causando polêmica sobre adubo orgânico (esterco) é para atender toda a demanda da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, durante o ano de 2017, incluindo campos experimentais como os de Sapé, Lagoa de Fora e Maniaçu. Esse último, tem 1 hectare com plantação de palma adensada e mandioca;
2 – Através do Horto Muncipal, a referida secretaria fornece, ainda, mudas de bananas para todo o município, além de hortaliças para famílias cadastradas e referenciadas no CRAS e o projeto de Horta do CAPS que também utiliza o adubo orgânico;
3 – O esterco atende a arborização e Praças de todo o município e em 2017 há um projeto para serem feitas hortas nas escolas municipais;
4 – É importante ressaltar que o adubo orgânico em questão não contém agrotóxico e a maioria das pessoas que criam gado usam herbicidas para conter as ervas daninhas nas pastagens. Hortaliças e muitas outras plantas não se desenvolvem com adubo que tenha estes herbicidas.
5 – A contratação desse serviço sempre se fez por licitação pública, cuja empresa vencedora é contratada respeitando todos os parâmetros legais e os pagamentos somente são feitos após processos regulares, que são controlados pelos órgãos internos e externos de fiscalização, com aprovação por todos eles, sem que tenha sido constatada nenhuma irregularidade até o presente momento.
6 – Efetivamente o município de Caetité licitou para o ano de 2017 o valor de R$ 39.000,00 mas, não significa que todo esse valor será utilizado. Somente será feito o pagamento do que for usado.
7 – No mais, a atual administração informa que continuará prestando contas aos órgãos oficiais de fiscalização, pronta a dar informações a quem solicitar, pois se trata da coisa pública. Mas assegura, também, que não participará dessa tentativa de mau uso das redes sociais com fins de deturpar um trabalho sério, desenvolvido para o bem comum. Além disso, estará identificando seus autores e representando criminalmente contra aqueles (as) que deturpam informações parciais e as veiculam de forma distorcida, para desta forma colher comentários ofensivos e maldosos contra pessoas e instituições idôneas.
Caetité, 06 de junho de 2017.
Diretoria de Comunicação Social – Prefeitura Municipal de Caetité

Comente

comentários

ver mais notícias

Sobre artigos do Site