NASA: AQUECIMENTO GLOBAL BATE RECORDE EM 2017

Janeiro 22 09:57 2018 Imprimir esse Artigo

Em comunicado divulgado nesta quinta-feira (18), a agência espacial norte-americana afirma que o ano passado foi o segundo mais quente dos últimos 138 anos. “As temperaturas globais da superfície da Terra em 2017 ocuparam o segundo lugar mais quente desde 1880, de acordo com uma análise da NASA”, disse o comunicado. “Continuando a tendência de aquecimento a longo prazo do planeta, as temperaturas médias globais em 2017 foram 1,62 graus Fahrenheit (0,90 graus Celsius) mais quentes do que a média de 1951 a 1980, de acordo com cientistas do Instituto Goddard de Estudos Espaciais da NASA (GISS, na sigla em inglês) em Nova York”. A temperatura geral da Terra continuou a tendência de rápido aquecimento observada nos últimos 40 anos, disse o diretor do GISS, Gavin Schmidt. A temperatura média da superfície da Terra aumentou cerca de 1 grau Celsius nos últimos cem anos, o que é principalmente causado pelo dióxido de carbono e outras emissões produzidas pelo homem liberadas para a atmosfera, disse o comunicado. As tendências do aquecimento têm um impacto mais forte nas regiões do Ártico, levando à perda contínua de gelo marinho, o que foi visto em 2017, ainda segundo a agência. A NASA afirmou que os cientistas chegaram a essas conclusões comparando a temperatura global com a temperatura média entre 1951 e 1980. (Sputnik)

© NASA. NASA’s Scientific Visualization Studio.

Comente

comentários

ver mais notícias

Sobre artigos do Site