Ex-vereador de Jussiape, na Bahia, é preso em São Paulo suspeito de estupros

outubro 13 09:27 2017 Imprimir esse Artigo

Após ser localizado pela polícia, 21 mulheres reconheceram Adson Muniz Santos e apontaram terem sido vítimas de abusos praticados por ele.

Preso por suspeita de estuprar e roubar uma mulher nos Jardins, região nobre de São Paulo, Adson Muniz Santos, de 32 anos, já atuou como vereador da cidade de Jussiape, que fica na Chapada Diamantina, na Bahia, e também já concorreu ao cargo de deputado federal pelo estado em 2014.

O homem, natural de Livramento de Nossa Senhora, na Bahia, foi localizado pela polícia na tarde de quarta-feira (11) e, após a prisão e divulgação de imagens dele, 21 mulheres o reconheceram e apontaram terem sido vítimas de abusos praticados pelo suspeito. Além de se passar por policial, ele também fingia ser produtor de TV para assediar as vítimas.

Adson foi eleito vereador em 2012, na cidade de Jussiape, pelo Partido Republicano Brasileiro (PRB). Em 2016, tentou a reeleição, mas não conseguiu alcançar o número de votos suficientes para permanecer no cargo.

A investigação sobre ele começou após a divulgação de um vídeo nas redes sociais e do boletim de ocorrência feito por uma vítima. As imagens mostram o carro de uma mulher saindo de um supermercado na região dos Jardins.

Segundo a polícia, ele usou uma carteira falsa da Justiça Federal para dizer que era policial. Adson também costumava se passar por diretor de produção com um crachá falso da TV Globo. Ele enganava as mulheres dizendo que as levaria para fazer testes na emissora.

A delegada Cristine Nascimento Guedes Costa, da 1ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de São Paulo, disse que “ele é um predador sexual”.

Fonte: G1 / Foto: reprodução

Comente

comentários

ver mais notícias

Sobre artigos do Site